São Paulo

08/10/2016
Mundo em transição. Para onde vamos?

Rio de Janeiro

18/03/2017
Gênero e Diversidade

Curitiba

03/06/2017
Diálogo entre Gerações

Brasília

10/07/2017
Vamos falar do humano diante da tecnologia?

Salvador

30/09/2017
Identidade Brasileira

São Paulo

04/11/2017
A Alma Humana. O que nos Move?

Belo Horizonte

03/03/2018
Liderança para um novo tempo

Belém do Pará

14/04/2018
Vamos trocar de lugar?

Porto Alegre

19/05/2018
Educar para Revolucionar

Recife

11/08/2018
Você tem medo do que?

Florianópolis

13/10/2018
Gente existe? Que mundo você está deixando pra mim?

São Paulo

18/11/2018
Encontros Transformadores

O que é o INSPIRA BB

O INSPIRA BB é um movimento que busca compartilhar conhecimentos e experiências, inspirar reflexões, ideias e ações sob uma perspectiva inovadora de pensar o ser humano, a sociedade, a família, o trabalho e as relações entre funcionários, clientes e empresa.

O modelo idealizado pela rede em 2016, no formato talks, onde palestras curtas, francas e cuidadosamente elaboradas, são apresentadas com o objetivo de transformar a visão de mundo, se consolida e ganha mais interação com intervenções artísticas e se expande levando apresentações públicas para as cidades onde acontecerão os eventos.

Palestrantes renomados, o Presidente do Banco do Brasil, personalidades de destaque e funcionários que acreditam no processo e se inscrevem para participar, todos, no mesmo palco, com o mesmo tema, 10 minutos e uma importante platéia para inspirar.

Partilhar conhecimento, divulgar e valorizar histórias que merecem ser compartilhadas são as premissas do INSPIRA BB.

Edição São Paulo

Você já encontrou a sua melhor versão?

Inspira BB se despede de 2018 com os encontros que podem tornar a vida ainda melhor

Imagine que, na metade de uma montanha de cinco mil metros, cansado e a ponto de desistir, o olhar cuidadoso de duas senhoras costa-riquenhas transmitiram a força que faltava para Bruno acreditar em si mesmo e continuar a subida. No caso de Agnes, foi no perdão pelo homem que a fez perder o que tinha de mais importante na vida, que ela encontrou a paz para seguir em frente.
 
Você já recorreu à criança que foi um dia para perguntar onde está a felicidade? Quando é que a gente, finalmente, se encontra? A essas perguntas cabem muitas respostas. Para uns, é ao se deparar com um propósito. Para outros, pode ser um olhar definitivo, capaz de acolher e mostrar novos caminhos. O fato é que alguns encontros são realmente transformadores. E como um convite para, juntos, decifrarmos a vida - que é “a arte do encontro” - o último Inspira BB de 2018 foi realizado neste domingo, 18, na capital paulista.

 

Flores selvagens

Por meio de cartas trocadas com o homem que tirou a vida de sua filha e de seu neto, a norte-americana Agnes Furey conquistou o que chama de libertação emocional.  Impossibilitada, pela Lei, de encontrá-lo pessoalmente, o encontro se deu – e se dá - mesmo assim. Através das palavras, eles compartilham uma busca por cura, justiça, alegria e perdão. E a correspondência é tão inspiradora que virou um livro, o “Wild flowers in the median” - que teve o seu lançamento em português no evento e trechos recitados por Agnes e pelo diretor Carlos Netto.

Leonard é a primeira pessoa (das 2 mil) que aparece no documentário “Human”, dirigido pelo fotógrafo, jornalista e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand. Na obra, mais de 60 países e 200 relatos pessoais que, como o de Leonard, trazem alguma lição, parecem que foram vistos e registrados com o coração.


 
Na Sala São Paulo, também foram exibidas cenas do novo filme que Yann é coautor, “Woman”, que terá estreia em todos os CCBBs em 2019. Trata-se de um compilado de três mil entrevistas de mulheres de 40 países, que mostra a diversidade em torno delas e as posiciona como um dos melhores indicadores para medir o desenvolvimento de uma sociedade. Especializado em fotografia aérea, Yann se dedica a mostrar a beleza do mundo e, consequentemente, os desenhos no planeta feitos pela mão humana - uns bonitos, outros tristes. É possível acessa-los no seu livro “A Terra vista do céu”.

Felicidade, sinônimo de fertilidade

Nos olhos da filha recém-nascida, o colega David Marcelino se viu diante de uma nova realidade, parte de uma conexão até então desconhecida, que nem todos os cursos de paternidade poderiam prever. Há 10 meses, Helena vinha ao mundo, direto para os braços de seus dois pais, que a aguardavam ansiosos e aprenderam de imediato que não é preciso gerar um bebê para que os vínculos sejam reais. “Este instinto de proteção por uma criança independe do sexo. Helena e eu temos os mesmos laços que uma mãe. Do nada, brota este instinto e os laços se formam”.
 
O olhar de afeto e respeito de Dona Enendina mudou para sempre a vida de uma criança sonhadora, questionadora e curiosa. Assim, com apenas nove anos de idade, Simone Raquel, se sentindo olhada pela primeira vez, aprendeu que podemos ser “pontes” e trazer à tona a melhor versão das pessoas.

Por vezes, a menina chegou a ser hostilizada simplesmente por sonhar com lugares, culturas e idiomas diferentes do que já conhecia em Tupã, no interior de São Paulo. Em uma dessas vezes foi pedir uma “retratação moral”, sem muita esperança de ser escutada. “Para minha surpresa, ela (Dona Enedina) quis saber quem eu era, se interessou por mim. A partir daquele momento, passei a acreditar que tudo que eu queria era possível. Hoje, eu sou uma guerreira e multiplico este acolhimento que eu tive". Realmente, depois daquele encontro, a pequena e sonhadora Simone, de Tupã, já morou em outras cidades, visitou outros países, é formada em comércio exterior, fala inglês e mandarim, estuda francês e tem fôlego para o que der e vier.

No caso do Bruno Cavalcanti, não foi uma ponte, mas duas. Em suas últimas férias, no Peru, ele se aventurou em uma trilha nada fácil: cinco dias subindo uma das montanhas da Cordilheira dos Andes.  Ele conta que estava até temeroso, mas ao ver que no grupo havia duas senhoras da Costa Rica, dona Teresita e dona Lidi, ficou mais tranquilo. Mal sabia aquele menino criado pela avó, como brinca, que aquelas senhoras eram montanhistas profissionais. E foram elas que incentivaram o rapaz a continuar o trajeto quando ele pensou em desistir. “Meu encontro foi com os Andes e com aquelas duas senhoras que me ajudaram a chegar lá”.

“O grande encontro do ser humano é consigo mesmo”
 
Foi com esta lição, que parece sob medida para muita gente, que Clarice Niskier introduziu sua apresentação no Inspira, adaptação do livro "Segundas Intenções", de Nilton Bonder. O autor, um rabino de linha liberal escreve sobre como viveu a sua ordenação dando adeus, de coração, a um senhor à beira da morte.
 

Depois de criar um perfil em um aplicativo de (adivinha!) encontros, Icléia  Pessoa viveu a sua grande  transformação em histórias românticas que não tiveram seu final feliz. Depois de certas experiências decepcionantes, chegou à conclusão de que o necessário, enfim, para ser feliz, não estava em outra pessoa mas sim nela mesma.

Christo Brand dividiu com o público a perspectiva mais improvável sobre Nelson Mandela. Foi com um olhar de carcereiro da ilha Robben, onde o líder ficou preso por mais de duas décadas, que Brand conseguiu enxergar uma história de amizade que traria mais diversidade àquela região.
 

Mãe e filha, Zizi e Luiza Possi, além de cantarem juntas, compartilharam suas percepções sobre esta relação. O Maestro João Carlos Martins, Davi Campolongo e a Orquestra Bachiana proporcionaram momentos musicais delicados, enquanto o filósofo Mário Sergio trouxe reflexões sobre o tempo, as gerações e nossa ações, sempre com a promessa de que a vida devia mesmo ser bem melhor - e será.

E para encerrar o evento com um encontro de ouro, o presidente Marcelo Labuto recebeu ninguém menos que o seu antecessor. Sim, Paulo Caffarelli retornou ao Inspira, onde esteve nas outras 12 edições. Ali no palco, os dois ex-colegas fizeram a transição de um ciclo para outro, com muitas estimativas de sucesso.

No final, a plateia composta por quase 1.500 pessoas assistiu a mais uma apresentação emocionante do Coral, que cantou "I believe I can fly". Além de  quem participa presencialmente, outros milhares já puderam assistir a este show de inspiração através do canal do Banco no Youtube. E se você ainda não assistiu, assista, porque esta matéria não seria capaz de reproduzir por completo o Inspira e todos os seus encontros. É que não se trata apenas de um projeto, mas da vida. Que é bonita, é bonita e é bonita!


Perguntas Frequentes

Qualquer cidadão brasileiro maior de 16 anos.

Qualquer funcionário da ativa ou aposentado do Banco do Brasil que efetue sua inscrição no site inspirabb.com.br e atenda aos critérios de seleção dispostos no regulamento.

Sim

Os selecionados para participar da plateia poderão levar até 01 acompanhante maior de 16 anos. Excepcionalmente para a Edição Florianópolis, o Inspira BB "Gente Existe?", os selecionados poderão levar até 02 acompanhantes sem limite de idade.

Não

Aos funcionários do Banco do Brasil: a inscrição e participação no evento é voluntária. Não haverá concessão de folgas, ou verba para hospedagem e deslocamento até o local de realização do evento, ou qualquer tipo de compensação, salvo nos casos previstos neste regulamento.

Sim

Os gastos com passagens aéreas e hospedagens para os funcionários selecionados nas etapas do processo e que sejam lotados fora da praça onde ocorrerão os encontros do workshop, serão às expensas do Banco.

Sim

Será disponibilizado um lote especial de 200 lugares para os funcionários BB não residentes na cidade do evento ou região metropolitana e que já tenham adquirido o seu bilhete aéreo. Ao fazer essa opção, o (a) interessado (a) terá, obrigatoriamente, que responder ao quiz e informar o código do localizador aéreo válido, enquanto houver vagas, conforme regulamento.

Os funcionários da cidade do evento, ou região metropolitana, que tenham interesse em atuar como voluntários nessa etapa do Inspira BB, deverão encaminhar e-mail à Gepes, que fará a seleção dos interessados, conforme ordem de solicitação. A quantidade de voluntários se limitará a 25 pessoas, podendo sofrer alteração conforme necessidades.

Não

Os inscritos para a plateia, que não estiverem dentro do lote especial aéreo de 200 lugares, concorrerão aos convites obedecendo os critérios de avaliação explícitos no regulamento. A chamada para a confirmação da participação ocorrerá na quinzena que antecede o evento, conforme ordem de classificação.

Não

Para atuar como voluntário, o funcionário deverá estar na situação 100 - Força de Trabalho Real.

Sim

Poderá se inscrever para assistir ou palestrar o funcionário que estiver de férias ou licença, visto que a participação é voluntária, caracterizada como atividade de interesse particular. Portanto, não haverá concessão de folgas, ou qualquer tipo de compensação.

Deverá logar no site oficial (clicando no ícone de usuário no canto superior direito) e clicar em inscrições (no mesmo local). Após o período de inscrições você também receberá um e-mail, caso seja contemplado, para confirmar sua participação na platéia.

Local do Evento

Sala São Paulo
Praça Júlio Prestes,16 (Campos Elíseos)
São Paulo - SP
CEP: 1218020

http://www.salasaopaulo.art.br/home.aspx
(011) 3367-9500

Patrocínio

Apoie esta causa

O INSPIRA BB é solidário! Você pode realizar doações para a Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiência.

A APABB é uma instituição sem fins lucrativos, com certificado de filantropia e utilidade pública, voltada à inclusão e à qualidade de vida das pessoas com deficiência e ao apoio às suas famílias.

Para manter e ampliar seus projetos, a APABB precisa de recursos.

Você pode fazer a diferença: seja nosso parceiro.

Faça um depósito ou transferência para Banco do Brasil
Agência: 3324-3 Poupança: 456700-5 Variação: 51

Conheça a APABB Quero Doar

Entre em contato